Uncategorized

Granger-Causalidade e a Roseli de Ribeirão (Momento R Literário do Dia)

confissoesderoseli

 

Roseli é uma pessoa muito próxima. Professora e amiga, tem um blog de nome sugestivo (eu diria, insinuante). Quando a conheci, conversávamos sobre alguma coisa relacionada à Econometria aplicada ou à Teoria Econômica. Ela logo me conquistou com um elogio:

– Você é um novo-clássico!

Jamais esqueci esta cantada! Embora ela negue até hoje que tenha sido uma cantada, eu, no meu mais íntimo sentimento, percebo que, sim, Roseli tinha me oferecido seu livro de Econometria. Do Johnston. Na época, sem DiNardo.

Estudamos na mesma sala por um bom período. Estudamos até a morte para a prova do Pastore (quase literalmente morremos de tanto estudar…ainda me lembro da Roseli, lá pelas madrugadas, recitando a dinâmica do modelo de Mundell-Fleming para mim, que a sacudia para que não dormisse).

O incrível é que ela sempre me influenciou e, como já disse um aluno, era a única que me trucava. Conquistou este direito no dia em que quase entortou o pneu do Fiat ao nos dar carona (a mim e a um petista famoso hoje em dia…cujo nome não revelarei). Foi um happy hour que deve ter destruído boa parte do fígado dos três mestrandos.

Bons tempos.

Um dia Roseli me chamou no canto.

– Clau-Clau, quero te fazer uma confissão.

E eu, assustado:

– O que foi?

E ela, ansiosa, suando:

– Eu gosto de séries de tempo. Mas com raiz unitária.

Foi uma revelação e tanto! Epifania? Sei lá. Mas sei de uma coisa. foram-se anos com Roseli me desafiando, promessas mútuas de que faríamos um artigo juntos (ainda não o fizemos) e uma distância física que não venceu a amizade construída lá, no pré-plano Real, em 1993.

Mas eis que chegou o dia! Hoje, Clau-Clau Granger-causou Roseli! Finalmente, alguma marca eu deixei nesta dama de ferro! Ela começou a usar o R por conta dos meus posts!

Viram só? Tem mulher que é louca também, leitores! Não sou só eu que fico aqui ferozmente digitando sobre o R ou sobre Economia. Roseli é uma professora dedicada, que sofre com as coisinhas ruins do dia-a-dia da Academia. É uma pessoa que a gente respeita logo, logo. Uma pessoa, enfim, com uma cabeleira invejável. E um grande coração.

Bom, agora também com R.

Até mais!

2 comentários em “Granger-Causalidade e a Roseli de Ribeirão (Momento R Literário do Dia)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s