Uncategorized

Ainda o Numerário (continuação)

Só para brincar com os dados, peguei uma das rendas nominais do IBGE. Seguindo a lógica do texto anterior – mas limitando a amostra (por conta da série de rendimento nominal, que começa em 2002) para 2002.02 – 2014.12 – obtemos os seguintes gráficos (para preços de boate e motel, só para exemplificar).

boate

motel

Então, explicando: eu gerei a série dividindo o valor do rendimento médio nominal (R$) pelo índice de preços do item que pesquisei (lembre-se do post anterior). Assim, vemos que a vida do brasileiro medido na amostragem do IBGE, grosso modo, melhorou em termos do poder real de compra para estas opções de lazer.

Mas, espere aí!!

Entretanto, está claro que ambas as séries possuem dois aspectos marcantes: tendência e sazonalidade. Obviamente, o efeito que aprendemos em Microeconomia não está sozinho nesta história. Não aprendemos, na teoria microeconômica (básica, de graduação, e mesmo na avançada, exceto em cursos bem específicos, creio) a lidar com variações de preços relativos que não estejam limpas de efeitos de mudanças na média (a tal tendência) e sazonais (que são específicos).

Por isso, prezados, é que a galera adora ver gráficos de taxas de variações, já descontadas de impactos sazonais. Assim podemos identificar rapidamente o efeito teórico (supondo, claro, que não ocorram mais outros efeitos não previstos pelo nosso modelo básico) nos dados. Só de curiosidade, então, as fórmulas, no R, para construir as variáveis:

renda_real_motel<-((rend_nominal)/(1+motel/100))
renda_real_boate<-((rend_nominal)/(1+boate/100))

E, finalmente, vamos fazer o seguinte para tirar a tendência (há vários métodos): vou calcular a taxa de variação da variável e depois vou aplicar um destes métodos simples de dessazonalização. Aí podemos nos voltar para o gráfico. Façamos apenas com o rendimento real em termos do preço da boate.

drenda_real_boate<-diff(log(renda_real_boate))

sazon<-decompose(drenda_real_boate)

plot(drenda_real_boate-sazon$seasonal)

renda_sem_sazonal_correto

A diferença dos logaritmos, como sabemos, é uma aproximação da taxa de variação de uma variável (e se você multiplicar por 100% terá a variação percentual, ok?). Sobre esta série apliquei um método simples de decomposição (um que citei no blog do Nepom, acho) e, assim, obtive o gráfico acima tirando da variação da renda real em termos do preço da boate seu efeito sazonal.

Agora, veja, você pode fazer a mesma coisa com os outros dados e, aí, eu diria, poderá comparar a diferença que um ou outro numerário faz na análise. Neste breve texto, o que fizemos foi ver a renda média real em termos do preço da boate. Quem quiser brincar mais com os dados, recomendo replicar o exercício com outros sub-índices do IPCA, só para pegar o jeito da coisa, ok?

Avançando mais…

Para os leitores mais familiarizados com a função de autocorrelação, fica aqui o gráfico da mesma.

acf_pre

Não vou discutir muito este gráfico, mas ele certamente poderá suscitar comentários dos leitores.

2 comentários em “Ainda o Numerário (continuação)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s