Uncategorized

Liberdade econômica, heterofobia e homofobia

Eis aí um mapa interessante. Ele mostra que o ódio é inimigo do PIB per capita (ou vice-versa). Você pode dizer que não se deve odiar ou discriminar pessoas que namoram outras do mesmo gênero ou de gêneros diferentes. Dá na mesma para mim. Até onde sei, a liberdade individual é um valor muito caro para nós, liberais.

Agora, infelizmente o autor não disponibilizou os dados e não posso replicar seu mapa ou sua correlação. Mas posso dizer que, como sempre, uma correlação não faz verão. O fato de observarmos maior tolerância com atitudes gays em correlação positiva com o PIB per capita não nos diz muita coisa. Afinal, alguém arriscaria a dizer que pobre é mais preconceituoso do que rico? Creio que não.

Mas o que o autor não disse é o que eu acho mais interessante. Ele se esqueceu – ou não pensou no assunto – de falar que a correlação entre PIB per capita e liberdade econômica também é muito elevada, talvez mais forte do que com a tolerância com a galera LGBT. Há outros valores, inclusive, que são compatíveis com a liberdade econômica, valores caros ao povo LGBT e ao restante da humanidade (sim, não sejam heterofóbicos, leitores atleticanos!).

Em outras palavras, a discussão sobre tolerância LGBT não pode ser dissociada da liberdade econômica. Muita gente jovem já entende isto no Brasil, embora haja quem consiga, ao mesmo tempo, apoiar ditaduras horrorosas e, ao mesmo tempo, dizer-se tolerante com posturas distintas no estilo LGBT. Não faz o menor sentido teórico, eu sei. Mas, neste pequeno post, você vê que, muito menos, não faz qualquer sentido empírico.

Assim, se há alguém que precisa mudar sua cabeça, este alguém é o militante destes movimentos que é sempre refratário à liberdade econômica. O que ele defende com uma mão, ele esmaga com a outra. Sem saber, serve a dois senhores mas quem lhe agradecerá, no fim, é o diabo.

2 comentários em “Liberdade econômica, heterofobia e homofobia

  1. “Assim, se há alguém que precisa mudar sua cabeça, este alguém é o militante destes movimentos que é sempre refratário à liberdade econômica.”
    Para esclarecer que não adianta esperar tal atitude das lideranças dos movimentos homossexuais. Não o farão, pois o movimento gay(zista) é um movimento que tem uma agenda para o socialismo, e não para este que é um valor liberal, que é a tolerância. Os Gays que apoiam tal movimento, sem serem socialistas, ou mesmo sendo, mas não tomando controle de tal movimento, e apenas compondo a massa, não passam de idiotas úteis, mesmo, e a estes cabe o puxão de orelha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s