Uncategorized

Política Monetária

Duas rápidas leituras sobre política monetária recentes levantam as seguintes questões: (a) política monetária é menos potente em recessões? e (b) deveria a autoridade monetária se preocupar com o desemprego?

O segundo texto, vale dizer, é um resumo de um discurso de Charles Plosser, cujo trabalho não pode ser ignorado por leitores ligados à área de Economia, feito por John Cochrane, outro que não pode ser esquecido.

Plosser pode ser chamado, sem muita dúvida, de um dos criadores da nova Economia (Macroeconomia microfundamentada). Todos conhecem seu trabalho com o seu xará, Charles Nelson.

Qual o papel da política monetária? Do que ela é capaz? Do que não é? Como deveria ser feita? Difícil responder todas estas perguntas, mas creio que muito trabalho pesado já foi feito. Não há como negar o poder (e, portanto, o perigo) da política monetária no longo prazo, as defasagens das políticas econômicas (Milton Friedman!), o problema da estabilidade das funções (quem não se lembra de William Poole no artigo de 1970?) e, claro, a questão das tendências (Nelson & Plosser!) e a (ir)relevância da econometria como ferramenta para a política econômica (Lucas!)?

Foi-se o tempo da política econômica como simples problema de controle ótimo…no mínimo um jogo diferencial dinâmico…e isto sem esquecer do antigo alerta de Friedman: são tantas as correlações que é difícil falar de causalidades (ah, Sims e Friedman….).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s