Quando políticos pensam no curto prazo…o coletivismo supera o individualismo…e estagnamos!

Resultado muito interessante destes dois autores. Basicamente, o coletivismo aumenta a eficiência estática, mas o individualismo aumenta a inovação. Em resumo, no longo prazo, todos estaremos mortos com uma chance bem maior no coletivismo, eu diria.

O texto traz uma discussão muito importante para o debate: a da ideologia de certos economistas que se dizem a favor do desenvolvimento econômico quando, na verdade, pensam apenas no curto prazo.

Eu diria mais.

Eu diria que se o economista é mais egoísta, no sentido de não se preocupar com sua descendência, mais coletivista ele será. Já os que se preocupam com o futuro (crianças, netos, enfim, próximas gerações) geralmente são mais individualistas. Uma evidência anedótica curiosa que carrego em minha memória é que vários amigos meus coletivistas da faculdade menosprezavam o casamento ou os filhos, embora muitos deles tenham mudado de opinião depois (e também se tornaram menos coletivistas e muito mais cínicos, no sentido “rent-seeking” da coisa).

É ou não é algo testável?

p.s. vejam só:  eles estimaram que: “…a one standard deviation increase in individualism (say, from the score of Venezuela to Greece, or from Brazil to Luxembourg) leads to a 60 to 87 per cent increase in the level of income, which is a quantitatively  large effect.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s