Uncategorized

Belohorizontino e o fundamentalismo islâmico

Sujeito recebe uma fechada de uma motorista que leva um filho para o colégio. Sobe no meio-fio, avança e fecha a mulher, como em um filme policial. Sai do carro e esmurra o vidro da janela. Depois sai e, quando a mulher tenta seguir seu caminho freia. Não há batida. Não satisfeito, dá ré.

Honestamente, qual a diferença para alguém que não sabe o que é direito de expressão e intolerância? Quão longe estamos de um bárbaro que mata quem discorda de suas opiniões?

E cadê o poder público? Tá preocupado em arrecadar e ganhar eleições. Banana para os eleitores, que têm memória fraca. Os mesmos eleitores que adoram mamar em um rent-seeking mas reclamam quando sofrem as consequências dos favorecimentos, do descumprimento da lei.

Selva? Não. Na selva há alguma harmonia, ainda que precária, entre presa e predador. O Brasil está abaixo disso. Belo Horizonte está abaixo disso.

Pelo menos é o que dizem meus amigos. Dá para discordar?

Uncategorized

IPCA

Está na hora de refazer as previsões do IPCA, desta vez, incluindo o dado de Agosto para prever Setembro. Minha prévia aqui foi muito boa. Em Agosto não teria errado muito com os dois modelos. Ainda em busca de um critério, começarei a utilizar alguns critérios e/ou testes (como Diebold-Mariano).

Como sempre, para fins didático-pedagógicos, mas vale a pena.

Uncategorized

Senhoriagem e Inflação, por David Romer

O trecho abaixo (nota de rodapé 28, lá no cap.11) mostra algo que eu sempre digo em sala: capital humano faz a diferença no combate à inflação.

Individuals who specialize in monetary policy are likely to be more knowledgeable about its effects. They are therefore likely to have more accurate estimates of the benefits and costs of expansionary policy. If incomplete knowledge of those costs and benefits leads to inflationary bias, increasing specialists’ role in determining policy is likely to reduce that bias.

Tá lá, na página 567!