Uncategorized

Sua conta de luz está mais barata e isto é algum mérito do governo?

Vamos fazer o trabalho de jornalista, investigativo, atento e preocupado com a verdade. Bem, eu não fiz isso, confesso. Mas outra pessoa fez e descobriu que o grande herói desta história é o TCU que descobriu que o governo tinha autorizado cobranças erradas (ou as empresas erraram e o governo nada havia descoberto).

Como a lei exige que se devolva estes valores, não sei. Mas não virá grana para meu bolso. Apenas uma “redução de tarifas”.

Está tudo aqui, neste video. Assista antes que tentem tirá-lo do ar.

Um comentário em “Sua conta de luz está mais barata e isto é algum mérito do governo?

  1. Prezado Cláudio,

    Acompanho esse blog, gosto de ler o que vai por aqui, por um certo interesse em economia, mas nada muito sério. De qualquer forma, está ele na minha lista de uns sete ou oito blogs de economia que gosto de acompanhar por reconhecê-los como sendo de valor para se ter alguma noção sobre economia desde um ponto de vista diferente daquele que se tem via jornais….

    Por isso a surpresa com essa publicação. É sério que há algum valor nesse vídeo?

    Veja bem: o TCU ainda está analisando essa questão da cobrança errada nas contas de luz; o relator do processo apresentou seu parecer pela devolução do que foi cobrado a mais, um ministro pediu vista e, em conseqüência, não se tem ainda um decisão final sobre o caso. O governo não está, portanto, obrigado ainda a cumprir alguma decisão.

    No caso de uma decisão favorável, deverá ser devolvido algo entre 7 e 11 bilhões aos consumidores. Fiz uma pequena conta em cima desses valores: somos uns 70,9 milhões de consumidores (incluindo residenciais e industriais), o que dá cerca de R$ 156,00 para cada consumidor (usando o valor maior), no caso de uma eventual devolução e caso todos consumissem a mesma quantidade; minha conta mensal gira em torno de R$ 90,00; 16% disso é R$ 14,40; o total do desconto em 11 meses será de R$ 158,40, superando o valor que paguei a mais na conta de luz. Assim, após doze meses, ou, vá lá, 18 meses, imaginando uma correção para esse valor a ser ressarcido, já estarei no lucro.

    Fiquei com a impressão que redução de tarifa e eventual ressarcimento do valor pago a mais são duas coisas bem diferentes. E por isso a surpresa com essa postagem do vídeo nesse blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s