Uncategorized

Og Leme

A primeira vez em que vi Og Leme eu me espantei: não era ele um vietnamita com este nome monossilábico? Já falei dele aqui. Meu encontro com Og foi meu primeiro e último, embora inesquecível. Foi uma conversa de uma noite inteira com ele e sua esposa.

Hoje recebo um presente do Salim Mattar, outro sujeito bacana: as crônicas sobre Og, organizadas por A. Chagas Diniz e editadas pelo Instituto Liberal. Quase compro o livro mas Salim me poupou alguns reais e me deu o melhor presente da Páscoa! Valeu, Salim! ^_^

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s