Uncategorized

Google e afins, na visão dos burocratas

Para os fãs da “política” industrial brasileira, eis um exemplo prático.

A disponibilidade de capital, com fundos dispostos a investir em empresas nascentes está em estágio inicial. Antes de ser adquirida pelo Google, a Akwan procurou o BNDES.

“Demoraram dois anos para nos dar resposta, e a resposta foi que internet não era negócio”, diz Ribeiro-Neto. “Uma das razões que nos levaram a concordar com a aquisição foi que o crescimento fundado no capital que gerávamos era muito lento.”

Ou seja, fica difícil contara com eles para um setor como este “que não é um negócio”. Mais aqui.