Uncategorized

Será que eu consigo uma vaga?

O pessoal austríaco vem aqui no Ibmec. Claro que eu já vou fazer público minha demanda por um exemplar do livro do Ubiratan (e protestar pela sua ausência, caso eu esteja correto). Rever o Hélio é sempre um prazer e conhecer o Barbieri será também um prazer.

Não sei se concordo com a frase do cartaz sobre a economia austríaca ser a melhor explicação há 100 anos, mas se há algo relevante sendo feito fora do mainstream, para mim, está lá nos austríacos.

p.s. Note que sou insuspeito: eu nem sabia do evento.

Anúncios