Uncategorized

Reproduzo na íntegra

Autopromoçao deslavada mesmo para caramba
O livro Living Standards in Latin American History: Height, Welfare, and Development, 1750-2000 ganhou o prêmio de melhor livro de História Econômica da América Latina e Hispânica da Associação Española de Historia Económica. Entre outros artigos, a obra contém o texto das alturas dos brasileiros (versão antiga) feito por Nogueról, Shikida e este que vos tecla. O livro também ganhou uma resenha bem positiva na Economic and Human Biology (valeu, Colistete, por nos avisar).

Direto do Blog do Leo. Já estou pensando nas comemorações… 🙂

Anúncios
Uncategorized

Por que a garotada vai para a universidade?

Há quem diga que o sujeito só se importa com o seu lugar no ranking, dado que este aumentaria as suas chances no mercado de trabalho. Há quem diga que o sujeito ganha em habilidades, produtividade e outros quesitos úteis ao mercado de trabalho. Claro que você pode pensar em algo misto. De qualquer forma, esta é uma discussão em aberto.

p.s. Estas transparência do Caplan resumem o argumento da sinalização.

Uncategorized

Spousonomics, o resumo

1. O livro está bem traduzido mas apresenta uns erros de grafia (e, claramente, lá no final do livro, um box foi transformado inadvertidamente em texto, aposto) chatos que, embora não sejam muitos, incomodam. Há também uma ou duas traduções erradas (a estratégia do policial mau/bom ganhou uma tradução indigna do restante do texto…) ou frase cortadas (parece-me que uma ou duas, salvo engano).

2. As autoras fizeram um livro que não apenas nos ajuda a ensinar economia séria (não a pterodoxa, nacional-inflacionista), mas também nos dá boas dicas sobre incentivos em relações tão importantes quanto o casamento.

3. Em relação aos livros de auto-ajuda, este tem uma imensa vantagem: usa pesquisa científica como argumento, não aquele besteirol habitual. O texto flui rapidamente com o constante bom humor das autoras.

O livro ganhou nota 9 (os erros da editoração são muito incômodos).