Uncategorized

Space Battleship Yamato

O Cristiano Gomes não gostou e este comentarista também não se entusiasmou muito. De minha parte, o filme  é muito bom. O roteiro é uma mistura das duas primeiras temporadas (resumidas em dois filmes) e no último filme da série, antes da “ressurreição” no final de 2009.

O que é interessante? O personagem de Susumu Kodai e a de Yuki Mori ficaram mais bem trabalhados (quando vir o filme, você entenderá). Os efeitos especiais? Gostei. Achei bons. Não estamos falando de Hollywood, mas a computação gráfica me agradou. O roteiro agradará aos fãs que conhecem toda a saga do Yamato (os cinco filmes) e alguns que só viram as duas séries que foram transmitidas no Brasil.

A história da saga do mais famoso (talvez) desenho japonês dos anos 80 é repleta de percalços com a briga entre o desenhista de mangás, Leiji (Reiji) Matsumoto e o produtor Yoshinobu Nishizaki. Reveses com o Yamato 2520, o fracasso da promissora “Shin Uchuu Senkan Yamato” e seu sucessor (pós uma das disputas judiciais entre os dois e a fabricante de brinquedos cujo nome me falta agora), o “Dai Ginga” (ou “Dai Yamato Zero Go“) pareciam deixar aos fãs um futuro sombrio…até que, em 2009, Nishizaki lançou o “Yamato: Ressurreição”. Entretanto, o desenho não foi tão bem assim (hoje, após assistir o live action, prefiro muito mais este ao desenho de 2009). Para piorar as coisas, Nishizaki faleceu poucos dias antes do lançamento deste último filme, o que torna o futuro da série mais incerto pois não se sabe o que seu filho, e dono da Enagio, fará.

Qual o problema? Bem, o filme de 2009 abre as portas para mais um filme (ou série), pelo menos, dado um evento relacionado a Yuki Mori. Talvez o sonho deste fã seja ver Matsumoto e Nishizaki colaborando (algo que me parece impossível), já que Toshio Masuda (o diretor da primeira série e também do famoso “Tora tora tora”) e Hiroshi Miyagawa (o maestro e compositor de boa parte das músicas “épicas” da série) já faleceram.

Enfim, eu, ao contrário do Cristiano, dou nota 8 para o filme. Entretanto, lembrem-se que sou um fã, não posso ser levado muito a sério nestes julgamentos.

p.s. o chato nesta história toda é que Matsumoto fez uma releitura da saga (antes do filme de 2009) em uma série de jogos para Playstation que você praticamente não encontra aqui, no Brasil…

Um comentário em “Space Battleship Yamato

  1. Bem colocadas suas observações!
    Se eu fosse dar uma nota para o filme, como você fez, daria 6,5, porque como já falei, esta produção se sairia muito melhor na tv como uma serie.
    Eu não lembrava muito bem da historia ,mas notei varios pontos interessantes, que valeriam a pena serem explorados com mais tempo.
    Estes pontos pra quem não acompanhou a serie ou não sabe sobre a historia do pais, passam desapercebidos, sendo que neles é que estão grande parte do que tornou a historia deste anime classica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s