Uncategorized

Nova edição do Guidorizzi

Só outro dia vi em uma livraria que o Guidorizzi (“Um Curso de Cálculo”) estava com editoração nova. Deve ser o livro mais completo de cálculo que já vi.

Se não for, ainda assim é um dos melhores para quem faz Economia. Claro, o livro não é para economistas, mas para qualquer um. Então, não tem aquelas gigantescas explicações do Chiang e nem o foco de Simon & Blume.

Mas se é para estudar cálculo pura e simplesmente, Guidorizzi é o manual…

p.s. eu preciso visitar mais as outras seções – que não as de economia – com mais frequência…

Uncategorized

Mais uma literatura

Eu gosto muito do estilo de Souseki Natsume – já comentei dele aqui várias vezes – e, há pouco tempo, apresentaram-me a bela – e com bom preço – edição bilíngue de um autor próximo à Souseki: Ogai Mori. Trata-se de “O Ganso Selvagem”, da editora Tessitura, aqui  de Belo Horizonte.

Bem, já está em minha mesa, mas a prioridade são os livros e artigos de macro, monetária e econometria. Depois, Mencken e Mori, não necessariamente nesta ordem.

p.s. claro que se eu pegar uma viagem, leio qualquer livro no aeroporto, no vôo e em qualquer outro lugar no qual não haja cerveja…

Uncategorized

Quebras Estruturais no Regime Cambial Brasileiro?

Embora alguns achem que é só “olhar o gráfico” para ver se há quebras (uma abordagem bastante interessante, se você for um arqueológo estudando práticas econométricas primitivas, de uma era distante…), as coisas não são tão simples assim (os testes de raízes unitárias que o digam!).

Além disso, é necessário estudar um pouco os testes de quebra estrutural para saber quais são suas limitações e que opções existem.

Bem, junto com os imbatíveis Reginaldo e Ari, publicamos nosso primeiro paper conjunto exatamente hoje, aqui. Sim, o tema é exatamente este aí do título.