Uncategorized

As barreiras, a concorrência, e os empresários

Como sabemos, o Kindle não foi fruto de uma política fetichista do governo “estadunidense” (nem do “uniãodasrepúblicassocialistassovietiquense”) para baratear o PS2 da elite política do país. O Kindle é fruto de um espírito empreendedor (coisa que socialista não gosta porque não entende o que é, embora use Karl Marx como desculpa), em uma sociedade que incentiva as trocas voluntárias (ao contrário da nossa, que fecha os olhos para a violência, e passa a mão na cabeça dos criminosos) e que entende qual é o papel do governo no desenvolvimento da sociedade (ao contrário dos “nacional-inflacionistas”).

Posto isto, vejam o que a poderosa Amazon, empresa “transnacional-capitalista” (que certamente causaria a morte em Marte, segundo o que acreditam alguns (supostos) jornalistas argentinos que premiaram esta tese recentemente), acaba de fazer: criou uma nova maneira de lucrar com o Kindle gerando um bem público novo: o acesso às bibliotecas públicas sem custo de deslocamento.

Pois é isso aí. Sem política industrial, sem contabilidade criativa, sem ameaças ao “mercado terrorista”, sem chamar os colegas de governo de “imprudentes”, sem nada disso, é possível ter um país que cresce e no qual seus cidadãos lucram e ninguém tem vergonha de dizer que teve sucesso na vida. Poderíamos comentar os aspectos positivos (e não normativos) desta novidade da Amazon, mas vou deixar para os leitores a tarefa de pesquisar um pouco sobre o tema.

A Amazon deveria ser um estudo de caso em cursos de Organização Industrial.

5 comentários em “As barreiras, a concorrência, e os empresários

  1. Temos que ser justo: essa idéia de poder utilizar ebooks das bibliotecas não é da Amazon!

    Aqui você pode ver um review de vários e-readers que já utilizam essa tecnlogia mesmo antes do Amazon:
    http://chamberfour.com/ereader-comparison/#libre

    Estou considerando comprar um para mim… mas ainda nao sei qual o melhor para ler pdf’s em geral.

    Alguma dica?

      1. Xará, minha esposa tinha este problema (ler PDFs) com o Kindle 6″. Alguns PDFs tinham tabelas e gráficos que não ficavam legais nele. Solução: ela comprou o Kindle DX que é bem maior. Quando ela está em casa usa ele para estudar e quando está na estrada, usa o menor. As páginas, anotações e bookmarks são sincronizados automaticamente.
        O Kindle oferece um serviço gratuito de conversão: você envia por email o PDF ou DOC para sua conta Kindle e a Amazon converte ele para o formato kindle e envia para seu aparelho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s