Uncategorized

Falácias econômicas, Petrobrás e o Cristiano

Tenho tido uma certa audiência em um antigo post sobre uma idéia que, lamentavelmente para muitos, não funciona no combate ao monopólio da Petrobrás. Agora, o Cristiano entra nesta luta, chamando a atenção para o absurdo de certas propostas.

Os comentários no post são variados. O que espanta é como muita gente argumenta: (1) você avacalhou uma idéia (que não funciona) ao mostrar que ela não funciona, (2) você, portanto, é pedante, e é obrigado a me dar uma idéia alternativa (como se eu não tivesse mais o que fazer), (3) Eu prefiro a idéia (que não funciona) do que sua “teorização” (que poupa tempo do pessoal, já que a idéia não vai dar certo). Este último item é ótimo porque há comentaristas nervosos que dizem que juntar 300 mil pessoas ao mesmo tempo é algo fácil, mas são incapazes de mostrar resultados quanto a isto. Você pede a eles para relatar o resultado deste esforço e eles simplesmente se calam (free-rider´s famous problem…).

Há os educados, claro, cujos comentários valem a pena a leitura e incentivam a criação de outras propostas. Mas o que eu noto é que muita gente não consegue perceber a importância da teoria. Se a teoria mostrou que não funciona a idéia X ou Y, então, você deve mobilizar seus neurônios para formular outra idéia, claro, que funcione.

É simples, mas o que vejo é que falta educação em princípios básicos de economia, algo que foi discutido lá no I Encontro Nacional dos Blogueiros de Economia há pouco tempo. Roseli, eu, Cristiano, Ronald, Laurini, Eduardo e os demais amigos e recém-conhecidos tratamos um pouco deste tema. Acho que o Cristiano terá novidades sobre o Encontro em breve.

De qualquer forma, o debate tem um outro aspecto bacana que é a discussão  potencial de Law and Economics, algo ainda pouco conhecido dos acadêmicos de Direito no Brasil. Todos temos a ganhar com uma discussão racional, educada e minimamente intelectual (no sentido de que os participantes, pelo menos, entendem que sem teoria, a prática é errática, para dizer o mínimo).

Cristiano, meu caro, bem-vindo. ^_^

Um comentário em “Falácias econômicas, Petrobrás e o Cristiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s