Uncategorized

Sustentabilidade da dívida

Depois a Roseli tem que me explicar como incluirá estes “artifícios” contábeis inovadores em séries de tempo para estudar a sustentabilidade da dívida pública.

Uma coisa é criar um conceito novo, outra é mudar a metodologia no meio do jogo. Depois falam que não há pesquisa no país. Também, o governo quer controlar todos os dados, alterando-os conforme seu discurso político…

Deixar a velha contabilidade funcionar, menos politicagem e mais transparência: eis a receita para se conhecer, de fato, a realidade do país.

Anúncios