Uncategorized

Citação do dia

“O estruturalismo – na história econômica, na análise econômica e na política econômica – não se situa no curso dos acontecimentos e sim no centro de dogmas, sofismas e idiossincrasias.

Os estruturalistas têm passado a história econômica do Brasil pelo Leito de Procustes. [Carlos Manuel Peláez, “História da Industrialização Brasileira, APEC, 1972, p.218]

Houve um tempo em que, a despeito da sombria história econômica que se pretendia descolada dos dados ou das teorias econômicas, alguns tentaram seguir o caminho correto.

Curiosamente, muitos pós-keynesianos de hoje não gostam de ler as obras de Peláez que, por sinal, gostava de Leijonhufvud. Ah, mas isso é fácil de entender. Basta ver a citação acima: diversos pós-keynesianos-estruturalistas-etc só gostam dos fatos que lhes agradam. O falecido Ernani Teixeira, por exemplo, sempre foi tratado sem o devido respeito por esta galera, embora fosse um leitor feroz deste mestre pós-keynesiano.

Aliás, Leijonhufvud é um leitor interessado dos austríacos, embora com eles não se confunda.

Este pessoal que gosta de dogmatizar a economia faz parte do que se chama de “fim da picada”. Se os dados não comprovam o que disse este ou aquele mané (que, para eles, é um oráculo), então que se culpe a econometria.

Peláez tinha razão. Aliás, ele continua com a razão: história econômica sem teoria e sem dados não passa de sonhos ou, no caso, pesadelos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s