Uncategorized

Silêncio

Então ocorreu lá no Equador uma revolta contra um presidente que simpatiza com ditadores. Ok, simpatia não é motivo para trocar tiros, eu entendo (embora muitos leitores possam me dizer que uma “operação valquíria” não dói…). Mas é incrível como o espectro político é rico em matizes.

Do lado da esquerda, Chavez se segurou para não pedir o envio de tropas (se bem que sempre aparecem evidências de que ele envia tropas em malas de dinheiro para vizinhos…). Kirchner, enquanto tentava sufocar o orçamento do incômodo poder Judiciário argentino, clamava por democracia. No Brasil, os habituais “altivos-esquerdistas-que-ficam-no-muro” ficaram caladinhos, torcendo para que Correa matasse o máximo de opositores possível nesta maluquice.

Já a temível “direita neoliberal”, sempre acusada de causar febre, dor de cabeça e diarréia, ficou calada, se não saiu em protesto contra a tentativa de bagunçar o jogo democrático.

É, realmente a operação condor, hoje, estã nas mãos dos autoritários de esquerda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s