Uncategorized

A Cepal de FHC e Serra inovou?

A resposta parece ser negativa. Embora falem em “inovação” e em “desigualdade”, a impressão que fica, desta matéria é que a Cepal do século XXI é a mesma dos anos 50.

“Inovação” é uma palavra bonita. Eu mesmo gostaria de inovar mais. Entretanto, como os recursos são escassos, como é que um aumento da carga tributária ajudaria as pessoas a inovarem mais?

Bem, talvez o aumento da carga faça com que sejam criadas formas novas de burlar o fisco. Esta seria uma possível inovação. Um aumento da carga tributária também poderia gerar um desestímulo a investir no capital humano, o que seria indesejável pela própria Cepal.

Como será que um sujeito teria sua capacidade de “inovar” aumentada ao pagar mais impostos? Não sei quanto a Cepal paga de impostos ao governo (se é que paga), mas eis uma outra pergunta: inovar é sinônimo de avanço na sociedade? Nem sempre. No caso da Cepal, contudo, parece que há falta de inovação em suas propostas (e, portanto, a Cepal deveria pagar mais impostos…).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s