Uncategorized

Coca

É difícil engolir que Serra seguirá uma política econômica decente. Ele faz questão de não se declarar a favor de instituições básicas, talvez por seu passado histórico. Bem, mas Maluf, diziam, poderia ganhar votos mesmo prometendo o contrário (e alguns diziam que votar no sr. da Silva era bom porque…ele não iria fazer o que havia prometido).

Mas quando ele fala do fantoche boliviano, é difícil não acreditar em suas palavras. Afinal, o próprio alvo da declaração nunca escondeu de ninguém seu uso propositalmente político dos anseios dos plantadores de coca para avançar sua agenda política.

Anúncios

3 comentários em “Coca

  1. “É difícil engolir que Serra seguirá uma política econômica decente.”
    Como assim, Cláudio?
    O economista-chefe do Santander, Alexandre Schwartsman, havia publicado um trabalho negando que Serra teria mais firmeza fiscal do que Lula. Após sofrer inúmeras críticas, sobretudo do prof. Roberto Macedo, o próprio autor reconheceu o erro em seu estudo.
    Roberto Macedo, em artigo para o Estadão (http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100304/not_imp519157,0.php), relata essa discussão e diz que: “A errata [do Santander] deixou claro que o crescimento das despesas correntes, sempre como proporção do PIB estadual, foi contido no governo Serra. Mais precisamente, ela diz que ‘o investimento responde virtualmente por todo o crescimento das despesas primárias'”.
    Portanto, no que se refere à política fiscal, fica evidente a competência de Serra como gestor.
    A despeito do “passado histórico” de Serra e de “não se declarar a favor de instituições básicas”, considero mais prudente analisar o que foi feito no governo de SP para fazer previsões do que pode ocorrer caso ele seja eleito (uma análise mais objetiva, não?).
    Evidente que Serra tem posições heterodoxas quanto à política monetária, mas crer que ele vá mudar as regras do jogo é algo difícil de acreditar. Se nem o PT quando chegou ao poder o fez, por que Serra cometeria essa irresponsabilidade?
    Aliás, o que seria uma política econômica “decente”? Se for uma política visando ao aumento dos investimentos e mantendo a estabilidade macro, acredito que não será Dilma, mão do PAC, que fará essa política.

    1. Pois é Eduardo. O Alexandre cometeu um erro técnico e o corrigiu. Não tem nada a ver com se o Serra vai se intrometer na política monetária do Banco Central ou não.

      Agora, para seu argumento ficar melhor, seria interessante que o Serra falasse como o FHC sobre não levarmos em conta seus “erros do passado”. Aí sim, eu poderia tentar acreditar no que você defende melhor do que o próprio Serra, ou seja: que ele seguirá uma politica econômica séria, decente, e não o oba-oba da pterodoxia que sempre o acompanhou.

  2. Cláudio, o Alexandre realmente é um economista sério, um dos poucos que valem a pena ser lidos na FSP.

    Seu ponto é interessante. Talvez o Serra ainda não tenha sinalizado o suficiente para mostrar que não fará bobagens na economia, coisa que a Dilma, cujo passado é assombroso, já o fez. Atualmente, ela não cansa de elogiar as gestões Palocci e Meirelles… Quem te viu, quem te vê!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s