Uncategorized

Até mais, Porto Alegre

O curso teve uma bela – e participativa – audiência. Aguentaram minhas piadas com bom humor e, espero, ficaram incomodados com o que eu disse.

Ah sim, após um pouco de Escolha Pública na qual defendi um Estado eficiente – e mostrei (creio) os problemas de se chegar lá por conta dos incentivos (sempre eles) – tive um almoço agradável com Fábio e seus amigos, estudantes que me fazem pensar que há uma alternativa ao consenso do pensamento político brasileiro, tal como se manifesta em todas as eleições, em todos os níveis.

Há certamente uma geração diferente surgindo neste país…de qualquer forma, falar de Escolha Pública é sempre terrivelmente difícil porque é muito difícil não cair no lugar comum.

Obrigado ao Henri, à Margaret Tse e ao Fábio Ostermann pela recepção sempre calorosa e atenciosa. Foi um prazer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s