Uncategorized

Empresários também internalizam externalidades

Seguindo o bom e velho Gwartney & Stroup (que já foi traduzido para o português), eis o exemplo: Walt Disney World.

Em resumo, quando foi construído, na California, a Disneyworld gerou um aumento no valor de mercado das terras vizinhas. Estes benefícios externos não foram internalizados. Mas, algum tempo depois, na construção do Walt Disney World na Florida, os proprietários foram mais espertos: compraram um terreno bem maior do que o necessário.

Resultado: internalizaram as externalidades.

Nem sempre a internalização precisa ser feita por mecanismos de controle e comando, portanto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s