Uncategorized

A estupenda importância da pesquisa econômica no Brasil

Este caso ilustra, creio, um óbvio problema nas restrições de participação e/ou de incentivos entre alguns economistas.

Por outro lado, a moral é: melhor publicar fora do Brasil do que passar por situações kafkiano-surrealistas.

p.s. dá para acreditar?

Anúncios
Uncategorized

Varrer ou não varrer…

Então uma escola paulista, aparentemente, obriga a garotada a varrer a sala de aula. Bem, quem cria as regras da escola é…a escola. Ocorre que não existe uma regra (a escola é pública) sobre isto, creio, em São Paulo.

Agora, embora eu me sinta solidário com os alunos, há um outro lado (lá vou eu com o papo “solidário-do-outro-mundo-é-possível-mesmo-que-usemos-tratores-sobre-laranjais-dos-outros”), bonito, solidário e bacana que é o aluno varrer a sujeira que faz.

Seria bom se fosse voluntário, eu sei. Creio que algo assim é difícil de surgir da boa vontade das pessoas. A culpa não é da TV ou do jogo eletrônico. A culpa é dos pais que não ensinam a garotada que sujar e não limpar os iguala a animais selvagens (ou animais domesticados metidos à besta).

É aquela coisa: incentivos funcionam. Mas se todo mundo só é movido por incentivos o tempo todo, então o caráter desta médio desta sociedade é temeroso. Isso é péssimo se você deseja uma sociedade na qual trocas voluntárias gerem bem-estar social mais do que trocas feitas na marra – consentidas (governo) ou não (crime).

No final das contas, o bacana seria o menino pegar a vassoura e dizer: “não preciso que me ensinem a limpar minha sujeira. Eu sei disso e, se o trabalho da faxineira deixa a desejar, vamos varrer novamente. Mas farei isto porque acredito neste valor, não porque há um incentivo”.

Incentivo é sempre útil, mas há um ponto ótimo no seu uso, não?

Uncategorized

Chamada de Trabalhos para o II Congresso Anual da AMDE

Associação Mineira de Direito e Economia – AMDE

II Congresso Anual

18 e 19 de março de 2010, Juiz de Fora – MG

CHAMADA DE TRABALHOS

O II Congresso Anual da Associação Mineira de Direito e Economia (AMDE) ocorrerá nos dias 18 e 19 de março de 2010, na Faculdade de Direito da UFJF, em Juiz de Fora, MG.

Os interessados estão convidados a enviar trabalhos para apreciação pelo comitê científico. Pede-se o envio por via eletrônica de um resumo de pelo menos duas páginas até 31 de dezembro de 2009. Pede-se também o envio do CV dos autores. Os emails devem ser enviados para congresso2010@amde.org.br.

Serão admitidos trabalhos em português, inglês e espanhol.

Os trabalhos devem se inserir nas discussões de Direito e Economia com ênfase em uma ou mais das seguintes áreas:

1. Contratos

2. Direito Constitucional

3. Direito e Desenvolvimento

4. Direito e Economia Comportamental

5. Direito Empresarial

6. Direito Internacional

7. Direito Penal

8. Direito Tributário

9. Governança corporativa

10. Litígio, Processo e Judiciário

11. Organização Política do Estado

12. Propriedade (inclusive Propriedade Intelectual)

13. Regulação

14. Responsabilidade Civil, Penal, e Administrativa

15. Teoria Jurídica e Econômica, História e Metodologia

O comitê científico que avaliará as propostas será integrado pelos professores:

Alexandre Bueno Cateb (FDMC), Cláudio Shikida (Ibmec), Edgar Gastón Jacobs Flores Filho (UFOP), Eduardo Goulart Pimenta (UFMG), Flávia Santinoni Vera (ALACDE), Ivo Gico Jr. (UCB), Luciano Benetti Timm (PUC/RS) e Rachel Sztajn (USP).

A aceitação das propostas será comunicada até 31 de janeiro de 2010. As versões definitivas deverão ser enviadas aos organizadores até o dia 1º de março de 2010.

Demais informações sobre o evento poderão ser encontradas no site http://www.amde.org.br.

Dúvidas e pedidos de esclarecimentos devem ser enviados para o e-mail congresso2010@amde.org.br.

A organização do evento estará a cargo dos professores Alexandre Bueno Cateb, Cristiano Abras, Dênis Franco Silva, Edgar Gastón Jacobs Flores Filho, Fabrício Oliveira e Luciana Maria de Abreu Andrade.

Belo Horizonte, 30 de outubro de 2009.

Alexandre Bueno Cateb

Presidente da AMDE

Edgar Gastón Jacobs Flores Filho

Diretor Científico da AMDE