Uncategorized

Grandes momentos do bolivarianismo islâmico

Eis um dos grandes momentos desta corrente humana conhecida como “bolivarianismo”, universal, democrática e popular.

Uncategorized

Pode o setor privado resolver um problema de bem público?

Pode. Mas para se convencer, você precisa discutir o tema. Há muitos detalhes e cada caso, claro, é um caso. Uma perspectiva algo hayekiana diria que é importante você pensar na geração de conhecimento local, espontânea e, claro, empresarial (no sentido kirzneriano-misesiano, etc do termo).

Pois bem. Se esta é sua praia, dê uma olhada nos textos que estão ligados à este texto principal, de Peter Boettke. Este é um tema que é pouco discutido no Brasil onde, geralmente, só se fala de iniciativa local quando se quer criticar a liberdade econômica. Os exemplos que a história nos dá, contudo, mostram uma realidade muito mais rica e contrária a este pré-conceito.

Quer saber mais? Tente Elinor Ostrom no mecanismo de busca. Você verá muita coisa bacana.

Uncategorized

Erros da presidência do IPEA

O Cristiano Costa – nossa leitura obrigatória diária de inteligência econômica – enviou-me o link do pequeno texto de colunista global sobre o esquisitíssimo – e já comentado à boca pequena no meio acadêmico – relatório da presidência do IPEA sobre a suposta produtividade superior do setor público em comparação à do setor privado.

A colunista diz que não se pode comparar estas produtividades. Na verdade, você até poderia, DESDE que as medisse da mesma forma. Como não é o caso, a carta derrapou mais do que eu imaginava. Meu colega Márcio Salvato chegou a elaborar este argumento num destes cafés que temos nos intervalos. Mais uma vez Salvato estava certo.

O pessoal do corpo técnico do IPEA é que deve estar com estranhas sensações, imagino.

Uncategorized

O versátil Erik

Erik – meu co-autor em um recente artigo – tem um belo artigo aqui. Aqueles que temem a concorrência de um inteligente e versátil usuário de econometria aplicada já devem estar preocupados.

Mas não adianta tentar desencorajar um bom pesquisador. Gente assim, esteja onde estiver publica (bem).

Note que o artigo não é de desigualdade – área mais tradicional do Erik – mas sim de econometria aplicada. Em outras palavras, se você não disser nada sobre sua área, sempre haverá um econometrista aplicado pronto para fazê-lo. Aliás, sobre a econometria, eis uma polêmica opinião.