Uncategorized

Posner e a polêmica

A internet civilizada (fora da selva) tem dado alguma importância a um artigo de Richard Posner no qual ele critica a postura dos intelectuais.

Na verdade, Posner (Richard, não Eric)  já bateu nesta tecla antes e, para mim, ele tem um ponto relevante sobre a ética do intelectual quando o mesmo passa ao serviço público. Ainda que se possa dizer que suas críticas ao pacote de Obama são de má qualidade acadêmica, isto não invalida o ponto anterior: o do padrão ético do intelectual.

Quem não conhece Posner pode achar que o sujeito é um qualquer. Mas quem já leu seus trabalhos mais acadêmicos sabe que não é bem assim. Parece-me que Posner é muito ruim para livros de divulgação, mas excelente para artigos teóricos. Há um artigo – cujo nome não me recordo – com um modelo teórico da economia numa sociedade primitiva que é muito bacana e vale a pena a leitura.

No fundo, o problema é o mesmo de Krugman: muito artigo em tablóide = menos tempo para um bom artigo acadêmico. Mais ainda, artigo em tablóide é um perigo porque o padrão (nível) de exigência de pensamento lógico é mais baixo (aqui em Minas sempre vejo absurdos escritos como “análise econômica” nos jornais). A diferença é que o público-alvo do tablóide nem sempre entende o que se passa na argumentação e compra gato por lebre.

Uncategorized

Pequenas correções ao livro de Enders

O nosso livro-texto – Applied Econometric Time Series – tem pouquíssimos problemas (e o autor tem a errata em sua página pessoal). Mas há alguns que escaparam ao autor e que listo abaixo.

p.45, no parágrafo que começa com “In terms of (A.1.2), we can…”, note que deveria ser b = squareroot(-d/2)”, não  “b=squareroot(d/2)”.

p.368, antes da eq.6.68: “You know this is equivalent to estimating…”

Na medida em que eu encontre outros, publico.