Uncategorized

O papel do governo é corrigir externalidades?

A teoria normativa da economia do setor público diz que sim. Já a teoria positiva – a verdadeira economia política – diz que não. Cuidado, não confunda esta economia política com o a “economia política normativa” que é o estudo de Marx, Marx e, pasmem, Marx.

Dito isto, não há nem como pensar em externalidades ao ver isto:

Um dos grandes fabricantes de jabuticaba nacional é o deputado Aldo Rebelo, com vários projetos estapafurdios:

1) PL. 4502/1994 – Proíbe a adoção, pelos órgãos públicos, de inovação tecnológica poupadora de mão-de-obra (sic).

2)PL. 4224/1998 – Proíbe a instalação de bombas de auto-serviço nos postos de abastecimento de combustíveis;

3)PL. 2867/2000 – Proíbe a instalação de catracas eletrônicas ou assemelhados nos veículos de transporte coletivos;

Vale a pena ler para refletir sobre suas consequencias econômicas…

Pense bem, como diz o Paulo, autor deste pequeno apanhado de absurdos, antes de dizer que o governo corrige externalidades com estes projetos. A lógica dos grupos de interesse em detrimento dos eleitores me parece muito mais óbvia. Há, portanto, duas opções: ou o sujeito é obtuso ou faz um inteligente jogo político e, cá para nós, eu jamais parto da hipótese de que um político é obtuso.

O que falta ao país é que gente mais honesta com respeito ao que aprendeu na escola seja eleita. Isto, claro, requer eleitores que realmente queiram um país “de todos” e não apenas de alguns – como é o governo atual. Um país de todos requer políticos que realmente combatam privilégios e não que os criem.

Um comentário em “O papel do governo é corrigir externalidades?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s