Uncategorized

O jornal que não deu certo

Ainda tenho saudades do falecido Felicíssimo.

Anúncios
Uncategorized

A boa e velha transparência pública

O presidente do sindicato dos servidores do Poder Legislativo (Sindilegis), Magno Mello, se reunirá com o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) na terça-feira para se manifestar contra a divulgação dos salários dos servidores do Senado.

Eu pago impostos, a carga tributária é alta…não vou dizer que desejo saber o salário de todo mundo, mas neste caso…

Uncategorized

Amanhã

Amanhã é o dia da fundação do Libertários. Se você estiver em Belo Horizonte, dê um pulo lá. Eu, por motivos a serem revelados, não poderei estar presente.

O diretório do Libertários de Minas Gerais, honrado em sediar a reunião de fundação do partido e no intuito de melhor acolher os visitantes dos outros estados, vem através deste informar a programação para o dia 20 de junho de 2009, em Belo Horizonte.

A partir das 17:30, no Hotel Mercure Casablanca, teremos uma reunião prévia, extra-oficial, com duração de 1 hora e 30 minutos, para acertarmos os detalhes pertinentes à reunião de fundação. Ato contínuo, às 19:00h horas, no mesmo local, terá início a reunião solene de fundação do partido.

Na reunião prévia (17:30-19:00) serão colocados em pauta para discussão os seguintes temas:

1- Estatuto – deliberação sobre a minuta a ser apresentada na reunião de fundação e espaço para alterações.

2- Programa – deliberação sobre a minuta a ser colocada em votação na reunião de fundação e espaço para alterações.

3- Logo e cores – debate e seleção dos cinco melhores logo e cores do partido, para votação na reunião de fundação.

4- Chapas – espaço para discussão das chapas que concorrerão ao Diretório Nacional após a fundação do Libertários.

Na reunião de Fundação (19:00-20:30) será seguido o protocolo abaixo:

1- Abertura da Mesa (composta pelo atual Diretório Nacional)

2- Leitura do Estatuto e Programa pelo Presidente

3- Votação do Estatuto e Programa

4- Abertura da eleição – inscrição e apresentação das chapas.

5- Eleição e posse do novo Diretório Nacional

6- Encerramento dos trabalhos.

Após o encerramento da reunião, convidamos a todos a comemorar a fundação do Libertários no [local a ser definido].

Endereço do local da reunião: Mercure Casablanca
Rua Guajajaras, 885 Centro – Belo Horizonte/MG
Endereço do local da comemoração: [local a ser definido]

Para maiores informações entrem em contato por julianotorres@msn.com ou (31) 97824940.

Uncategorized

11.833,47 mil toneladas de arroz

Que número é este? Segundo os autores deste artigo, esta é a regra ótima de armazenamento de arroz no Brasil. Como eles chegaram neste número? Bem, se você já aprendeu algo sobre dinâmica, controle ótimo, Bellman, equações diferenciais e afins, certamente já passou por problemas similares.

O mais interessante do artigo, na minha opinião, é seu caráter didático. Hordas de alunos sempre invadem a calmaria científica armados de intenso preconceito e idéias incorretas sobre o uso da matemática em economia. É um tal de “isto não serve para mais nada além de fazer uma prova”, ou “nunca vi nenhum amigo meu usar isto”, etc. Estes argumentos não ultrapassam sequer as sombras platônicas, para fazer uma piada mais filosófica (que, aliás, não é muito comum entre os meus amigos, para citar a frase anterior).

Só porque seu amigo não usa, não quer dizer que você está certo. Só porque você é incapaz de enxergar além de uma pedaço de papel com questões, também não quer dizer que você está certo. Se o objetivo é aplicar o instrumental em algo que o perturba, não é também verdade que: (a) você possui a habilidade necessária para fazer isto; (b) você certamente aprenderá como fazer isto em cinco anos; (c) o sistema de ensino conseguirá enfiar o conhecimento em sua cabeça na cacetada.

Lamentavelmente, não nascemos geniais (eu que o diga). É um fato da vida. Mas daí a usar a desculpa de “se eu não consegui, mesmo com todo meu esforço, a culpa não é minha”, vai um imenso fosso. Um fosso cheio de jacarés e piranhas, perigoso mesmo para um breve mergulho.

Neste sentido, o artigo acima pode interessar aos engenheiros agrônomos, aos economistas da área (economia agrícola) e até aos curiosos. Mas, para mim, ele tem um significado distinto do que provavelmente os colegas enxergam. Ele me mostra que o uso do conhecimento não é sinônimo da transposição direta do que se lê em um livro-texto. É mais do que isto.

Claro, também é um bom artigo para se entender as aplicações de dinâmica econômica.