Uncategorized

O futuro da imprensa

Marton tem idéias interessantes sobre o futuro da imprensa. Trecho:

Acho que, no futuro próximo, será possível e desejável criar micro-agências de notícias de escopo ultra-específico, por exemplo “agência do bairro de Perdizes”. Ou então um caderno ser transformado de editoria em agência, distribuindo seu material independentemte, por exemplo “agência Folha Ilustrada”. Mesmo assim, não faço a mínima ideia de como essas empresas poderiam se pagar. Pôr um RSS delas em sites seria capaz de sustentar seus jornalistas?

O problema dos incentivos é claro, não? Eis uma pergunta interessante vinda de um blog também muito interessante.