Uncategorized

Você esperava outra coisa?

Honestamente, este resultado não me surpreendeu. Em uma economia ultra-fechada como a brasileira (sim, apenas os mais ricos têm acesso à grande maioria dos benefícios da globalização), na qual os efeitos da crise sequer foram seriamente computados pelo governo (vide todas as declarações contraditórias das supostas autoridades oficiais no assunto) para que se tomassem medidas importantes e na qual se mexe na poupança quase apenas para garantir a farra da dívida pública (sim, existe argumento teórico para isto, mas ele sai da academia, bate na trave e sai para escanteio), por que é que eu esperaria que o consumidor pensasse na crise como um norte-americano pensa?

Difícil, né?