Uncategorized

O problema do Estado brasileiro

O Estado finge que está lá, cobra por estar lá e nunca está lá.

Em essência, este é o tal Estado brasileiro. E o pior é que tem gente que pede mais do mesmo! A cara de pau é tão grande que o sujeito diz que a ausência do Estado é neoliberalismo e que se precisa de mais Estado aqui, lá e acolá. No final, ele finge, cobra mais e azar o seu, pagador de impostos bobo.

2 comentários em “O problema do Estado brasileiro

  1. Concordo plenamente, tanto que escrevi este texto, sob o título de “Administração Minguante”, em novembro de 2006. De lá para cá, as coisas só pioraram.

    Se há algo realmente odioso no Estado brasileiro é a mania de cobrar e não entregar o serviço.
    Os problemas que os supostos passageiros – já que muitos nem embarcam para fazer jus ao nome – é um exemplo claro disso.
    Sendo o burro de carga que carrega uma das mais altas taxas aeroportuárias do planeta, o passageiro brasileiro deveria ser tratado como um rei e ter instalações e serviços de primeiríssimo mundo nos aeroportos do país. Mas é claro que ele não encontra isso, seria pedir muito.
    Ele encontra apenas aeroportos mal-aparelhados, controladores de vôo trabalhando além do que deveriam e agência reguladora despreparada e politizada. Tudo isso apesar de que o serviço é usado majoritariamente pelas “elites”, de modo que a esquerda que está no poder no momento nem pode dizer que isso é mais uma mostra do descaso das classes dominantes com o povo brasileiro.
    O mais engraçado da situação é que a culpa está sendo jogada na classe trabalhadora pelos chefes da “sindicracia” que nos tomou de assalto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s