Uncategorized

Propaganda gratuita – Dicta & Contradicta

Já em pré-venda o número dois da Dicta & Contradicta. Já vi que não entenderei nada pois não há nem um Hayek ou uma filosofada sobre economistas lá. Enquanto cientista econômico sou um bom músico e filósofo… Mas eis aqui o link para os interessados. Vou reservar o meu volume. A Dicta me cheira tão anticientífica quanto a economia que o presidente da CAPES pensa ser a dos nossos melhores centros. Por isso mesmo vou comprá-la.

Anúncios
Uncategorized

Humm…

https://i2.wp.com/www.nytimes.com/images/blogs/freakonomics/posts/Hilarity.jpg
http://www.nytimes.com/images/blogs/freakonomics/posts/Hilarity.jpg

Olha aí o link. Aposto que os bolivarianos (e seus aliados na CAPES) dirão que Krugman é um bastardo e que Keynes nunca foi Krugmaniano. Mas, claro, esta é apenas uma especulação, digamos, farmacológica (veja o link e pense duas vezes antes de dizer algo sobre o que não entende…leitor).

Uncategorized

Crise mundial

Mais uma explicação sobre a crise, desta vez, de Larry White. Já notou, leitor, quantos economistas norte-americanos se aprofundaram consistente e rapidamente sobre a crise para entendê-la e melhorar nosso conhecimento sobre a mesma? No Brasil, ao contrário do que disse o presidente da CAPES, o número de artigos de economistas – com o mesmo grau de consistência e seriedade – é muito menor.

Parece que o modelo norte-americano e europeu ainda é melhor, não é? Ah sim, talvez devêssemos excluir Cambridge e a New School of Social Research de nossas prioriedades de bolsas para doutorandos. É o que entendi da declaração de nosso burocrata do topo hierárquico da CAPES. Se estou enganado, por favor, corrijam-me.

Mais reações na blogosfera sobre a desastrada declaração? Eis aqui uma, mais uma e, claro, esta.

Uncategorized

Mais água no feijão dos doutrinadores

Em entrevista ao O Globo, o Presidente da CAPES, Jorge  Guimarães, sobre as mudanças na política de bolsas para o exerior da CAPES diz:

“Por exemplo, neste quadro que estamos vivendo hoje, a pergunta em relação à formação de doutores na área economia é: nós vamos continuar mandando alunos para formar doutores num modelo que faliu o mundo? Então nós temos que perguntar a nossa área de economia o que eles vão nos dizer agora. Nós vamos mandar fazer aonde? Vai ser no mesmo modelo? Este modelo mostrou-se totalmente anticientífico, para dizer o mínimo.”

Imagino que a CAPES usará o mesmo critério para a área de energia, responsável pelo aquecimento global; e das ciências médicas, responsáveis pela explosão populacional e todas suas consequências perniciosas. E fico me perguntando aonde ele pensa que o Brasil vai conseguir formar economistas capazes de lidar com a crise, que trabalhem com um “outro modelo”: na China, será?

Quem disse isso? Vai lá e confere.