Uncategorized

Bolivariano estadunidense é igual a intelectual brasileiro…

…basta ver como ambos reagem a situações reais.

Anúncios
Uncategorized

Não ao bolivarianismo chinês

https://i0.wp.com/www.taipeitimes.com/images/2008/10/26/P01-081026-new.jpg
http://www.taipeitimes.com/images/2008/10/26/P01-081026-new.jpg

Os neocons bolivarianos (bolivianos, venezuelanos, cubanos, norte-coreanos e alguns discretos brasileiros malandrinhos) chamarão isto de “manipulação da CIA”, mas é difícil acreditar que um povo que não encontra um fascínora como Bin Laden tenha, ao mesmo tempo, tanto poder de hipnotizar tanta gente…

O pessoal de Taiwan não deixará sua liberdade ser cortada tão facilmente…

Uncategorized

NEPOM – slides

Eis aqui os slides de nossa última apresentação. A propósito, esta é uma reunião difícil. O mercado mudou suas apostas para uma parada da Selic, mas os dados embaralham qualquer análise.

A propósito, quero agradecer à Economatística que, após a apresentação, iniciou um diálogo bacana com os alunos acerca do modelo VAR que foi usado. Em breve teremos uma página no CEAEE para o NEPOM.

Nosso modelo prevê fortemente um aumento de 0.5 p.p. mas a crise mundial complica tudo. Bem, ao contrário de uma análise puramente narrativa, sabemos o que falta no modelo para melhorar a previsão. Aliás, os comentários dos professores Coutinho e Salvato (os únicos de qualquer faculdade de MG presentes na reunião além de mim, claro (*)) foram excelentes.

(*) A Economatística é doutoranda, não sei se leciona. Senão, o conjunto acima tem três elementos…

Uncategorized

Econopower

O novo livro de Mark Skousen, Econopower, foi traduzido e está a venda. Confesso que é a primeira vez, em quase dez anos, que consigo ler um livro de Skousen e não ter reparos ao tom de seu texto. O autor tem alguns insights interessantes mas sempre adotou uma linguagem quase mal-educada em termos de quaisquer aspectos não-austríacos de trabalhos alheios. Exceto por sua tese – The Structure of Production – outros livros apresentam sempre algum tipo de deselegância quanto a Keynes ou keynesianos puramente gratuita.

Neste livro, contudo, Skousen faz algo complementar a Levitt, Landsburg ou Harford. Mas ao invés da tradicional exposição dos problemas econômicas em formato desafiador e contra-intuitivo, ele apresenta contribuições reais dos economistas para a solução de problemas práticos. De vez em quando escorrega em críticas bobas à teoria econômica (mas muito de vez em quando porque o próprio livro é uma celebração da teoria bem aplicada), mas no geral é um livro interessante.

Recomendo a leitura.