A questão política de Krugman

Meu xará deixa um comentário que, inclusive, incomodou alguns colegas da blogosfera. Entretanto, acho que o final do texto resume tudo:

Agora fica uma pergunta: no passado e no presente outros grandes nomes deixaram de ganhar o prêmio. Dá para afirmar com 100% de certeza que, apesar do provável merecimento, suas posições políticas não afetaram em nada a escolha? Essa é uma sombra com a qual Krugman terá que viver para o resto de sua vida.

Pois é, xará. Mas eu acho que se pensássemos em ideologia, talvez a premiação conjunta de Hayek e Myrdal (este último, realmente, um alucinado) tenha sido mais interessante para a época em termos de discussão ideológica.

Querendo ou não, Krugman, como bom colunista político, é um ótimo economista. Talvez a Academia possa ter premiado o nosso colega que, como disse alguém na blogosfera (creio que foi Caplan), no caso de uma vitória de Obama, muiiiiiiiiiiiiito provavelmente cessará suas críticas ao governo norte-americano por pura preferência, para lembrá-lo disto. Ou seja: pare de se concentrar em bobeiras e vá fazer o que sabe fazer de melhor.

p.s. talvez Krugman pense que tem vantagens comparativas no jornalismo ou, claro, talvez tenha ambições políticas. De qualquer jeito, a tal nova geografia econômica fez muito pterodoxo da ala heterodoxa se curvar à teoria neoclássica com o rosto ruborecido…

Anúncios

Uma resposta em “A questão política de Krugman

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s