Uncategorized

Miron: não ao socorro

Ao contrário da esquerda brasileira, subitamente defensora dos banqueiros de Wall Street, Miron acha que não deve haver ajuda governamental.

p.s. Não, não nos tornamos comunistas ainda.

Anúncios
Uncategorized

Alguém ajuda o Ricardo?

Ricardo Bernhard
http://macfern.blogspot.com

Cláudio, posso pedir uma indicação de livro?

Estou começando a preparar minha monografia de fim de curso de Direito, na qual pretendo abordar a regulamentação jurídica das barreiras não-tarifárias ao comércio internacional. Vou defender a tese de que elas, a pretexto de salvaguardar interesses nobres, são instrumentos protecionistas, em substituição às tarifas. Na segunda parte, vou defender os argumentos filósoficos em favor do livre-comércio, tomando como base o liberalismo clássico. Na primeira parte, eu gostaria de apresentar os modelos neoclássicos do comércio internacional, que revelam o aumento do bem-estar decorrente do livre-comércio. E aí está o problema: qual manual de teorias do comércio internacional ou economia internacional você me recomenda? Tenho o do Krugman, que achei bom. Comprei um do Rivera-Batiz/Oliva, mas achei muito matematizado. Que manual você recomenda, considerando que sou um pobre estudante de direito, sem muita aptidão para compreender modelos excessivamente matemáticos?

Desculpe o tamanho da mensagem.

Parabéns pelo blog, que visito sempre.

Um abraço.

Pessoal, alguém pode ajudar o Ricardo? Ele pegou meu calcanhar de Aquiles: eu detesto Comércio Internacional. Ele gosta do livro-texto de Krugman (eu não gosto) e fala de um outro que não conheço, mas ele não gostou muito. Há algum livro decente de Economia Internacional que, ao mesmo tempo, lhe seja útil?

Comentários?

p.s. eu não tenho nenhuma sugestão, neste caso, por pura ignorância.

p.s.2. Nós é que agradecemos as visitas, Ricardo.

Uncategorized

Movimento estudantil (sério) enfrenta massacre na Venezuela

Eis minha colaboração para o movimento estudantil que realmente se revolta. Aposto que os de cá nem votaram uma daquelas inócuas moções de apoio…

p.s. Recomendo a leitura do texto citado neste post, no qual se mostra a mais descarada evidência de perseguição política, estatisticamente analisada (e ignorada por boa parte da diplomacia internacional, pelo visto).

Uncategorized

Não existe lei seca para funcionário público

Ou então alguém me explique, por simetria, esta do INCRA não ser multado embora seja o maior desmatador brasileiro.

O incrível mesmo é que ainda culpam o capitalismo pelo desmatamento quando o próprio culpado é o governo, papa do não-liberalismo e, no atual discurso pró-Castro, também papa do não-capitalismo.

p.s. o pior é que o INCRA é incapaz de manter estatísticas sérias e públicas sobre dados de reforma agrária em sua página como qualquer mortal pode constatar. Vai ver é porque faltam mais funcionários públicos por quilômetro quadrado como disse um (supostamente) importante burocrata outro dia (com o apoio de alguns blogueiros alinhados).