Uncategorized

Ainda a polêmica – continuação

A discussão tem rendido um bocado. Mas eis uma interessante: o governo brasileiro informa, a crianças, de maneira errada, fatos sobre o comunismo. Eu diria que faz parte da polêmica: é o governo tentando replicar propaganda similar a dos ditadores socialistas na maior desfaçatez. Você paga impostos e seus filhos recebem este tipo de “educação” do setor público. Na marra. 

Não dá para discutir criacionismo versus evolução se estamos, ainda, no estágio em que o governo se acha no direito de promover os valores de uma das parcelas violentas nos anos de chumbo (a que não queria a democracia, mas sim um governo socialista) como se fosse este um objetivo de todos, usando falácias e mentiras históricas. Isto antecede qualquer debate sério.

4 comentários em “Ainda a polêmica – continuação

  1. Mas veja bem: se alguém aceita que um burocrata determine o que seu filho vai, ou não, aprender – já que devemos livrar as crianças da maléfica influência dos pais – aquilo que você mostrou no link é mera conseqüência. Não é por nada que dizem que o caminho do inferno é pavimentado de boas intenções. Não duvido que o cara que cria essas aberrações esteja pensando na construção daquilo que ele entende como um mundo melhor. A diferença entre um liberal e ele não é necessariamente nas intenções, mas no método.

  2. Nao tem essa de estágio. Uma mente que foi formada para ser credula estah pronto para acreditar em qq baboseira proferida por uma otoridade e a nao correr atras das evidencias.

  3. Mas Leo, se você for reparar quase todo nosso conhecimento é baseado no que diz alguém que entedemos como autoridade no assunto. Se formos considerar válidos somente os conhecimentos dos quais obtemos evidências, ficaremos limitados a um universo muito restrito. Quando vamos a um médico e ele nos diagnostica, estamos atribuindo a ele a autoridade para tal. Quando cientistas me dizem que uma molécula é formada por átomos eu, baseado na autoridade que eu confiro a eles, acredito nisso já que eu não tenho como comprovar isso. A maior parte do conhecimento humano hoje é obtido de pessoas que consideramos autoridades nos respectivos assuntos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s