Uncategorized

Uma incidência comprova? O que dizer do mensalão então?

A boa e velha imprensa:

No mesmo dia em que a reportagem (…) alertou sobre o risco da venda de bebida alcoólica em postos de combustível, um acidente ocorrido na avenida Barão Homem de Melo, no bairro Nova Suíça, região Oeste de Belo Horizonte, comprovou a necessidade de restrições para esse tipo de comércio. Ontem, um homem com sinais de embriaguez, provocou uma batida envolvendo quatro veículos.

Ou seja, a “reportagem” nunca leu o Código de Trânsito, mas se deixou levar pelo entusiasmo de alguns pela nova Lei Seca. Segundo me consta, bastava os policiais fazerem seu serviço (vigiar) e muitos bêbados já estariam presos. O fato de venderem bala na estrada não é a causa de aumento no número de diabetes. É o uso das balas, a responsabilidade individual de quem compra que é o cerne da questão.  A “reportagem” parece muito entusiasta da política de negação da estatística básica. Uma incidência não comprova nada. Quantos outros já compraram cerveja nos postos, não beberam e não fizeram porcaria no trânsito?

Alguém precisa ensinar Estatística para o povo das redações (usuais e honrosas exceções devem ignorar todo este post).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s