Uncategorized

O modelo Google

O Garganta de Fogo me sugeriu isto. Não sei bem o que dizer a respeito. Parece-me que o que é dito é basicamente algo como “faça data mining primeiro, crie hipóteses depois”. Se for, parece-se muito com o que já fizeram alguns econometristas (quem não se lembra do “eu rodei xxx-lhões de regressões” de alguém… – esqueci o nome (!) – muito famoso no meio?).

Sempre que vejo modelos como este, do Google, eu me lembro da famosa methodenstreit entre alemães e outros economistas europeus ou, num formato mais atual, a discussão da a-teorização supostamente implícita nos VARs em contraposição aos modelos estruturais de equações simultâneas.

Numa boa? Acho que é tudo a mesma coisa. ^_^

2 comentários em “O modelo Google

  1. O Chris Anderson, editor da wired, não está tendo bons dias.

    Primeiro foi o paper de harvard detonando a teoria da “cauda longa” dele (vide http://valleywag.com/5020400/harvard-business-review-pins-the-long-tail-on-the-donkey)

    Agora foi esse artigo, também já meio condenado (vide http://www.dailygalaxy.com/my_weblog/2008/07/wired-magazines.html)

    Ainda no gancho de outro post seu sobre correlações, vale a pena citar deste último artigo uma passagem

    “(…)Noticing a correlation between factors is the START of science, not the end. When you see that two things affect each other and ask “Why?”, you’re a scientist(…)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s