Uncategorized

Suspenção?

Foi realizada nesta terça-feira audiência de instrução e julgamento dos acusados envolvidos na venda e alterações irregulares de carteiras de habilitação em Belo Horizonte no período de janeiro de 1998 e janeiro de 1999. De acordo com o Ministério Público, três das quatro testemunhas de acusação que prestaram depoimento na audiência presidida pelo juiz Jayme Silvestre Corrêa Camargo, titular da 2ª Vara Criminal do Fórum Lafayette, confirmaram o crime.

Segundo a denúncia do MP, os 16 envolvidos no esquema são acusados de formação de quadrilha, tráfico de influência, falsidade ideológica e corrupção. O crime era colocado em prática com os acusados facilitando a aquisição de CNH´s à candidatos, mediante pagamento de R$ 600. As fraudes eram finalizadas com a participação de três funcionários do Detran-MG, que liberavam o documento aos candidatos que buscavam o meio ilegal para se habilitar.

O próximo passo no processo será o depoimento de testemunhas de defesa, de acordo com o MP. Ainda não há data marcada para serem ouvidas.

REGALIA

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, quatro envolvidos no crime receberam suspenção condicional do processo. Em contrapartida, terão que se apresentar mensalmente para informar quais atividades estão realizando.

Juro que eu ia comentar os incentivos, a economia e ia reclamar um pouco desta corrupção. Mas ao ler “suspenção” no texto, tudo cessou. Escorregões de teclado acontecem, mas este…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s