Uncategorized

Se minha Van falasse…

…bordel sobre rodas. Onde existe demanda, claro, existe oferta. E vice-versa (embora alguns macroeconomistas mais antiquados tenham dúvidas quanto a isto…).

Anúncios
Uncategorized

Administração da Silva

Janaína faz um resumo (em 1990, certamente daria um impeachment) do que tem acontecido:

Vamos deixar claro mais uma vez o que está acontecendo.

1) Pessoas que trabalharam NOMEADAS PELO ATUAL GOVERNO acusam o Planalto de pressionar ÓRGÃOS PÚBLICOS a aceitar determinadas condições de venda de uma empresa QUE DEVE BILHÕES, inclusive a VELHINHOS, DOENTES e ao próprio TESOURO.

2) Tais condições beneficiaram diretamente o ADVOGADO que costurou a venda, sendo esse advogado COMPADRE DO PRESIDENTE.

3) Os COMPRADORES da companhia endividada, que foi entregue a eles LIMPINHA, sem débitos, TAMBÉM DEVEM MILHÕES ao governo.

4) O compadre do presidente, para quem não se lembra, costuma CEDER imóveis para Lula e seus filhos.

5) O mesmo compadre, aliás, que foi recebido seis vezes pelo presidente da República e, sabemos agora, também pela ministra Dilma Rousseff em encontros FORA DE AGENDA, o que é irregular, para discutir… a venda da companhia endividada. Antes de os jornais descobrirem, o motivo alegado era “cortesia”.

Incrível mesmo é que alguém ainda identifique “ética na política” com gangues de certos partidos do centro à centro-esquerda brasileira. Se o discurso enganava nos anos 90, hoje é sabido que escolher entre, digamos, o governador de MG, SP ou o presidente da Silva é uma questão que você pode, perfeitamente, entregar aos dados.

Uncategorized

Trabalho intenso em prol dos alunos

Em 1997 eu e Daniel Ferreira tínhamos uma apostila de tópicos em séries de tempo. Nestas últimas semanas o trabalho em refazê-la – agora individualmente – está intenso. Não é apenas uma atualização do material, após 10 anos e meio de gaveta, mas sim uma remodelagem completa. Tudo para facilitar a minha vida e o acesso dos alunos ao que há de melhor em séries de tempo.

Um trabalho realmente desgastante mas, claro, muito recompensador. Não é que estou recordando muita coisa?

Uncategorized

A resposta do mercado

Joel Pinheiro nota uma certa homogeneidade na crítica ao ensino superior desde a “direita” à “esquerda”. Na minha opinião, a existência do IFE e da Dicta & Contradicta não seria uma evidência de que a solução está na organização espontânea dos críticos em torno de uma proposta que, ao invés de proibir a existência do alheio, cria-lhe uma opção?

Se estou correto, então Joel pode refletir sobre se a homogeneidade suposta se mantém sobre este meu argumento. Afinal, se “direita” é “liberal” (não sei se ele pensou nestes termos), nunca um liberal pediria por uma regulamentação do ensino superior. Já o “esquerdinha”…