Uncategorized

Análise Técnica não funciona

Cuidado com quem vende gato por lebre. Eis aí um tema interessante para monografias. É o resultado do autor robusto? Minha tendência é acreditar que sim.

Uncategorized

Obesidade sínica

Sem erros de português.

Obesity and Risk Knowledge

Kamhon KAN – Academia Sinica, Taipei, TAIWAN
Wei-Der TSAI – National Central University, Chungli, TAIWAN

Obesity is an epidemic health problem in many developed countries, and it is an emerging public health concern in developing, transitional, and newly-developed countries. The purpose of this research is to investigate the relationship between individuals’ knowledge concerning the health risks of obesity and their tendency to be obese (as measured by the \body mass index”). Instead of assuming that obesity is a pure physiological problem as in previous studies, we allow an individual’s cost/bene¯t evaluation to play a role. Based on survey data from Taiwan, we investigate the relationship with the quantile regression technique.
The results suggest that such a relationship does exist and it is different for males and females.

Uncategorized

Superávit Primário para Agência de Rating ver

Com tanta carga tributária no seu bolso (e com o silêncio cúmplice das supostas centrais sindicais e supostos movimentos estudantis, para não falar dos supostos defensores do setor privado), até eu faço superávit primário. Eis a lista dos deputados que deram seu voto ao governo.

Bacana ver que a imprensa, após anos de submissão às listas prontas das supostas defensoras do interesse do trabalhador (que agora vê numa Bolsa Família a desculpa para não reclamar do imposto), finalmente resolveu fazer seu trabalho.

Realmente, o mais bacana é o silêncio dos supostos movimentos sociais e da suposta sociedade civil organizada.

Ah sim, os custos da verborragia socialista na última frase abaixo:

Na base, houve ausências significativas. Para não assumirem o desgaste político de aprovar um novo imposto em ano de eleições para prefeitos, deputados preferiram não participar da votação. No PTB e no PR, foram 25% de ausentes. No PMDB, dos 93 deputados, 15 não votaram e 9 votaram contra. No PT, 10 deputados faltaram.

Certamente há justificativa “razoável” para a ausência.