Uncategorized

Economia do crime: melhor um monopólio ou concorrência?

Talvez o Adolfo goste disto. Estava lendo um velho artigo de Gary Anderson e Robert Tollison (“Legislative Monopoly and the Size of Government”) e aí me deparei com um ponto interessante. Vamos lá.

Sabemos que muita gente diz que é bom liberar o mercado das drogas porque isto diminuirá o poder de monopólio do traficante. Ok, você pode falar do poder do cartel, mas um cartel como este é bem pouco estável como nos mostram os tiroteios entre os “sócios” em sua luta por um “cargo mais elevado” na hierarquia do cartel. Então, fiquemos com o monopólio.

Pois é. Nesta indústria, o bem é a venda de drogas o que, na visão da maioria da sociedade, é um “mal”. Todos querem menos comércio de drogas por conta do vício causado (vamos ignorar, por enquanto, leituras sofisticadas como a Beckeriana sobre o tema). Menos comércio de drogas significa menos consumo de drogas, menos violência, etc. Há também o argumento de que a regulamentação do comércio (neste mercado
“liberado”) permitiria ao governo minimizar os danos sociais das drogas. Esta última parte do argumento é mais complicada porque supõe que não existem falhas de governo significativas neste caso o que, se fosse verdade no Brasil, deveríamos observar reformas nas polícias militar e civil ocorrendo sem nenhum protesto ou mesmo reações mais violentas por parte dos envolvidos (ou com sua punição de facto, não apenas de jure).

Pois considere este argumento simples: o melhor é ter um monopólio privado da venda de drogas. Por que? Porque o preço é mais elevado, mas a quantidade comercializada é menor.

Será?

p.s. Sim, o ideal é considerar custos e benefícios da proposta do mercado liberado e regulamentado com os custos e benefícios do incentivo à monopolização privada. Palpites?

Anúncios

2 comentários em “Economia do crime: melhor um monopólio ou concorrência?

  1. Pergunta dificil essa. Mas eu nao gosto da alternativa monopolista por um motivo simples: o mercado negro das drogas voltaria, e voltariamos a ter o mesmo resultado de antes.

    Ou liberamos as drogas ou as mantemos proibidas, mas liberar com monopolio parece uma solucao equivocada.

    Grande abraco,
    Adolfo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s