Uncategorized

O mau argumento

Este, horroroso.

Ainda dia desses, em uma reportagem de TV, vi uma moça pró-aborto, de alguma dessas ONGs “feministas pra cacete” dizendo que nos últimos anos, alguns milhões de mulheres cometeram abortos, logo, não poderia ser crime visto que seria uma sandice termos 2 milhões de mulheres presas. Achei sensacional o argumento, com uma lógica espetacular: Se muita gente comete um crime, o mesmo deve deixar de ser crime. Uma pena que nossos legisladores não sigam a lógica da mulher que vi na TV pois, com o andar da carruagem, em breve o Brasil seria o primeiro país do mundo sem nenhum criminoso.

Ângelo tá certíssimo no que diz respeito à lógica. Se o argumento da dona parou por aí, realmente é difícil falar de mudanças institucionais sérias. O aborto envolve uma das mais difíceis discussões sobre direitos de propriedade. O mais legal é que estas “feministas” (ou, como gosta a imprensa, “supostas feministas”) sempre são não-liberais e ferrenhas defensoras do direito privado de abortar. Em outras palavras: são exatamente iguais aos inimigos que tanto criticam…

Feministas não precisam ser mal-assessoradas com estes argumentos ruins. Basta um pouco de leitura liberal para iluminar suas tristes vidas tão cheias de argumentos sofríveis…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s