Uncategorized

Aula de economia

Alex comenta o estranho raciocínio (raciocínio?) de alguém. Não faço idéia de quem seja, mas realmente a lógica mandou lembranças.

Uncategorized

O poder da burocracia

No despacho desta quarta-feira, 21, no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros da Agricultura, Reinhold Stephanes, e da Casa Civil, Dilma Roussef, farão uma ampla avaliação do panorama brasileiro e mundial da produção e consumo de alimentos, que está pressionando a inflação lá fora e no Brasil, mas a reunião não deve ser conclusiva. O anúncio é de Stephanes.

Eu sei que é preciso justificar o salário de funcionário público (ou seria um cargo de confiança) com algo mais que um dossiê. Mas eu seria menos otimista com o suposto poder positivo do governo ajudar a economia. Falo isto porque evidências das besteiras que o governo cria não faltam. Sem falar em suas mentiras-verdades-mentiras (“vamos criar CPMF de novo”, “não vamos criar CPMF de novo”, etc).

Tenho, a cada dia que passa, menos confiança nesta tal de “política pública”. Sim, nestes últimos anos, diante das evidências, minha confiança caiu mais ainda.

Uncategorized

Democracias menos liberais são também as mais falidas? – Paz e Liberdade Econômica

Nosso debate já segue há meses, não? Aqui outro índice – fortemente correlacionado com nosso conhecido failed states index – o de paz (global peace index) cuja edição saiu, se não me engano, esta semana. Não vou reforçar o que tenho dito, mas apenas deixar o gráfico para que os interessados reflitam sobre o tema.

Sociedades mais liberais (inclusive economicamnte) são as menos falidas (o Estado funciona), mais pacíficas (olha aí em cima), menos corruptas e as que mais crescem. Há uma questão metodológica importante sobre estes indicadores pois muitos destes “índices-síntese” englobam algumas variáveis importantes (endogenia) das análises tradicionais. Uma hora destas teremos que fazer uma síntese disto tudo, mas se você der uma olhada no livro do Adolfo Sachsida, terá boas pistas sobre as possíveis explicações para as correlações que tenho apresentado aqui.

Ah sim, por curiosidade, o empreendedorismo também tem uma relação positiva com a paz. Ou seja, sociedades mais empreendedoras também são as mais pacíficas. Fica faltando ver se esta paz e este empreendedorismo seguem incentivos que levam à estagnação (o Brasil é um país pacífico e cheio de empreendedores…mas com incentivos notoriamente a favor de atividades rent-seeking).