Uncategorized

Austríacos

Higgs é um bom historiador (história econômica). Mas o Selva tem razão: o mantra não ajuda muito os austríacos.

Anúncios
Uncategorized

Os eficientíssimos loiros dolicocéfalos de Oliveira Vianna e o “rent-seeking”

Oliveira Vianna errou em um monte de coisas. Se houvesse superioridade racial no Sul, proteção maternal-paternalista do governo seria algo impensável.

O vinho brasileiro poderá ter maior proteção tarifária para proteger a indústria nacional. Em reunião com representantes da cadeia produtiva do setor e com os deputados Pepe Vargas (PT-RS) e Henrique Fontana (PT-RS), o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, acenou com medidas pontuais para evitar que as importações prejudiquem as vinícolas brasileiras.

O governo cobrou dos produtores um plano para o setor, que permita enfrentar melhor a concorrência estrangeira. O ministro indicou que, a depender de negociações com a Argentina, sócio no Mercosul, e o Chile, com quem o país tem acordo de livre comércio, poderá até aplicar mecanismos de “valoração aduaneira”, pelos quais a Receita Federal fixaria preços mínimos de importação, para evitar subfaturamento e fraude nos vinhos importados dos dois países.

Maluco mesmo é lembrar do discurso bairristóide que muitas vezes ouvi lá: “a culpa do partido do sr. da Silva é que a cúpula tem muito paulista e poucos gaúchos”. Empresários gaúchos, Fórum da Liberdade…IEE e IL-RS, manifestem-se!

Salvar o capitalismo dos capitalistas é o trabalho do IEE, IL-RS, IL-RJ, Instituto Millenium e, agora, do braço virtual do CATO, o Ordem Livre.

Sim, sim, Oliveira Vianna era mulatinho, mulatinho (e, ironia das ironias, não precisou de quotas raciais para chegar onde chegou…para espalhar suas teses sociológicas estranhas e de tom racista, fosse isto a moda da época ou não).

Uncategorized

Etanol e você

Blaming ethanol is an effort to divert attention from soaring oil prices, which bear far more responsibility for high food costs, Dinneen said. He argues that ethanol lowers the price of gasoline and therefore has a positive effect on food prices.

Corn producers say they are wrongly accused of profiting from the crisis. “We’ve been in a situation of ‘exactly when was it that you stopped beating your wife?’” said Jon Doggett, vice president for public policy at the National Corn Growers Association. “Our members are frustrated.”

High commodity prices are not playing a significant factor in the food price spikes, he said. “We are trying to explain to folks how little corn is in a box of corn flakes.”

He also pointed to hedge funds, saying they drive up prices through speculation.

While lobbyists — and economists — disagree about the impact of ethanol, most experts seem to agree that the biggest factor in the price hikes is the rising demand for food by China, India and other countries with booming economies.

Etanol, preços dos alimentos, etc. O que você acha disto? Leia a notícia toda.