Uncategorized

Pesquisa salarial que você não viu no IBGE

Isto aqui está no blog do Reinaldo Azevedo e o leitor-militante pode procurar opinião dele aí embaixo que não vai achar. Só os fatos, frios e precisos, com detalhes de como vivem alguns burocratas neste país. Só para comparar, ano passado, no Japão, um ministro se suicidou ao ser pego em suspeita de corrupção. Ok, nem todo mundo tem que ter a cara-de-pau que vejo nas manchetes nacionais.

Por Andreza Matais, na Folha:

Responsável por coordenar a montagem do dossiê com informações sigilosas sobre gastos da família FHC, a secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, vai assumir nos próximos dias uma vaga no Conselho Fiscal do BNDES, o que lhe garantirá renda extra de R$ 3.500 para participar de uma reunião por mês.
A vaga é do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, mas a Folha apurou que a sugestão do nome dela partiu da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), de quem Erenice é a principal subordinada. A indicação também tem a chancela do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem cabe nomear os conselheiros.
Nos últimos três dias, a Folha buscou confirmar com a Casa Civil, o BNDES e o Desenvolvimento quando foi feita a indicação. Não obteve resposta.
A secretária entrará na vaga de Cesar Acosta Rech. O mandato é de dois anos. O Conselho Fiscal do BNDES tem três representantes. Dois são indicados pelo Desenvolvimento e outro, pela Fazenda.
Além do salário de R$ 3.500 para participar de uma reunião por mês, os conselheiros também recebem reembolso das despesas de locomoção e hospedagem -as reuniões são no Rio. A atribuição do conselho é analisar as contas do banco.
Na Casa Civil, o salário de Erenice é de cerca de R$ 8.400. Ela também está no conselho de administração da Chesf, com salário de R$ 2.500, desde 2005. Erenice integrava o Conselho Fiscal da Petrobras, mas seu mandato se encerrou agora em abril e não será renovado.
Assinante lê mais aqui
A notícia acima, mais do que tudo, mostra-nos como funciona um Estado que a pterodoxia diz ser nacional-desenvolvimentista e maximizador do bem-estar social (ou dialeticamente ligadão na classe trabalhadora). É nas mãos desta gente que alguns desejam depositar a minha (e a sua) liberdade em troca de algumas lentilhas públicas (numa versão bananal de “benefícios privados, bens públicos”).
Pelo menos, leitor, lembre-se das falhas de governo antes daquela aula em que o professor pterodoxo de economia do setor público começa dizendo que a teoria “tradicional” não serve, que a “escolha pública é coisa de neoliberais americanos”, e que o bom mesmo é “o pensamento crítico dos caras que hoje estão no poder”. O pensamento crítico deles não sai por menos de R$ 8 mil, pelo que vimos. Já sua liberdade pode ser calculada, por baixo, pela soma do imposto de renda retido na fonte e o que você pagará ao final deste mês.

Um comentário em “Pesquisa salarial que você não viu no IBGE

  1. Comentar, o que?
    O big lider não sabe de nada!
    Até cortou um dedo para não trabalhar e ser aposentado com mais de 100%!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s