Uncategorized

Melhor resposta para gente quem pede que outros façam seu trabalho…

Ao invés de fazer o trabalho, joga para outro fazer. Levou a melhor resposta. Se eu pudesse, também teria votado nesta. O engraçado é esta história de votar a melhor resposta. Se a pergunta fosse 2+2 =…e a melhor resposta fosse 3, isto nos diria algo sobre o bom humor do sujeito, mas muito pouco sobre seus conhecimentos…

Valeu, Philipe, pela dica.

Uncategorized

Sensacional aula de economia de Russ Roberts

O Ordem Livre faz mais um belo trabalho de educação pública (e gratuita…à primeira vista). Clique no link abaixo para ler tudo.

De onde vêm os preços

por Russell Roberts

Meus três filhos, com idades entre sete e doze anos, sofrem de um distúrbio que já foi descrito pelo economista John Baden como ferronite – a paixão por tudo que seja feito de metal. Eles são fascinados por carros, caminhões, escavadeiras, tratores… enfim, você já consegue ter uma idéia. Outro dia, meu filho do meio sugeriu que meu próximo carro fosse um conversível. Eles são muito caros, respondeu seu irmão e mencionou que um conversível de um modelo em particular custava US$ 10.000 a mais que sua versão comum. Mas por que eles são mais caros, seu irmão perguntou?

É uma boa pergunta. Por que os conversíveis são mais caros do que os não conversíveis? Por que um scotch de 21 anos é mais caro do que um scotch de 10 anos? Por que os pimentões vermelhos são mais caros que os pimentões verdes? Por que os empregados do Wal-Mart ganham menos do que um trabalhador médio nos Estados Unidos? Por que a gasolina é mais cara no verão do que no inverno? Por que a gasolina é mais cara na Europa do que nos Estados Unidos? Por que as rosas são mais caras no dia 12 de junho? Por que a cerveja não é mais cara no domingo do Super Bowl? Por que as casas nos subúrbios de Washington, DC são mais caras que as casas nos subúrbios de Richmond, Virgínia?

Quer ler tudo? Veja o que escrevi lá no alto.

Uncategorized

O uso político do Estado

Não, a administração da Silva não será a primeira, nem a última da história a usar a máquina pública para destruir oposicionistas. Mas é espantoso como seus apoiadores achem isto muito natural, até nobre, bonito e tudo o mais. Onde estão os famosos “revoltados”? Cadê o “grito da revolta”?

Talvez o brasileiro não ligue muito para o regime político e sim para a economia. Botou dinheiro no bolso do Juca, pronto, ele nem liga se proíbem João de emigrar. Colocou arroz na marmita da Maria? Pronto, Maria nem liga se a imprensa foi proibida ou intimidada (mesmo a imprensa pró-governo pode se ver em apuros com isto).

Ou talvez o que falte são incentivos sérios (Lei mesmo) que seja auto-aplicável, independente dos advogados pagos pelo PCC ou por outros grupos para rasgar os direitos individuais, perseguir inimigos, ou distorcer o sentido de liberdade privada, etc.

Causa um certo enjôo, né? Mais ainda quando o dinheiro público segue usado para fins os mais privados possíveis, às custas do imposto compulsoriamente recolhido do bolso alheio. O pior é que tem gente que acha que privatizar lucros e socializar prejuízos é coisa de liberalismo. Não devem ter lido nem o famoso Roberto Campos, quanto mais algum liberal mais sério como Hayek, Acton, etc.

Tá certo que, como pesquisador da área, é interessante ver que a administração da Silva colabora um bocado para encher nossas bases de dados (bases de dados mesmo, não dossiês disfarçados, ok?) com fatos novos para entendermos os incentivos que guiam esta gente pelos becos do crime contra a honestidade e outros conceitos “burgueses”. Mas, na pele do cidadão que paga impostos, dá medo ver duas coisas: (a) a curriola se esbaldando; (b) o povo achando tudo lindo, exceto quando os não petistas estão no poder. O duplipensar da ética que esta gente prega nas escolas e na mídia, a cada instante, é algo espantoso.

Pessoas são racionais e aprendem, obviamente. Mas aprender leva tempo e, se bobear, você estará sob um regime ditatorial eleito, há muitas décadas atrás, pelo povo.  É bom aprender logo.

Uncategorized

PCC é a empresa que mais cresce no Brasil

O crescimento dos lucros da organização é atestado em contabilidade apreendida em 28 de fevereiro com Wagner Roberto Raposo Olzon, o Fusca, tesoureiro da facção. Ali, é possível verificar que, em 7 de janeiro, a facção fechou seu caixa dos 30 dias anteriores com R$ 4,89 milhões arrecadados. Em 2005, quando policiais civis apreenderam a contabilidade da cúpula nas mãos de Deivid Surur, o DVD – que, mais tarde, foi obrigado pela facção a se matar na prisão -, as contas somavam R$ 800 mil mensais e preenchiam 18 páginas de caderno escolar. Agora, ocupam 33 páginas – 4 em forma de planilha.

Onde está nosso Levitt quando se precisa dele?

UPDATE: e não é que são internacionalizados? Durante estes oito anos, o PCC evoluiu, heim? Seria mais um triunfo do governo atual? Ou agora vão dizer que é herança maldita?