Uncategorized

Mostra sobre globalização

Direto do blog do Fórum da Liberdade:

Fórum terá mostra cultural sobre o tema Globalização, Comércio e outras Histórias

Buscando atingir sua missão de lançar idéias e instigar a reflexão, o Fórum da Liberdade apresenta, além do ambiente de palestras, uma mostra histórico-cultural com o tema Globalização, Comércio e outras Histórias. A mostra estará exposta a partir das 17h do dia 7 de abril, no prédio 41 da PUCRS, ao lado do auditório onde serão realizadas as palestras do XXI Fórum da Liberdade.

O objetivo da mostra é expor estes conceitos de maneira criativa e diferenciada, para que sejam usados como ferramentas que, somadas às percepções e experiências individuais, levarão cada visitante a extrair suas próprias conclusões do que está sendo proposto.

Neste ano, tendo como pano de fundo a globalização, a mostra se fundamentará na filosofia, na sociologia, na economia e na história e se utilizará de espaços de contemplação e experimentação para criar um estimulante ambiente de meditação acerca do tema.

A mostra terá quatro momentos/espaços distintos:

I – Do livre comércio;

II – Da divisão global do trabalho;

III – Da tolerância e da congregação dos povos;

IV – Dos indicadores do mundo.

Eis aí uma interessante forma de se pensar a globalização de forma crítica. Já começou bem porque fugiu da mesmice das salas de aula brasileiras onde as pessoas são normalmente enganadas sobre os efeitos da globalização em suas vidas (enganadas mesmo, já que 99.9% dos professores estupram os princípios básicos da economia e os dados com pregação ideológica quase que descarada).

É neste sentido que este blog vale a pena: ele ajuda a desmistificar certas besteiras. Mesmo que o sujeito venha aqui e fale uma besteira no comentário (quando é mal educado, nem aparece, porque não usamos roupa suja em público), pelo menos ele já reagiu. O futuro brilhante normalmente ocorre com uma reação educada (mesmo que contrária). Para os candidatos a Australopitecus Semi-Erectus, claro, sobra a reação raivosa, instintiva, assim, digamos, quase vegetal.

Mas, por sorte, a maior parte do que chega aqui em termos de comentários é coisa fina, que mostra ao jovem Cláudio que existe esperança para o Brasil enquanto que, para o velho Cláudio, existe esperança de melhora de qualidade em nosso fluxo emigratório…

Anúncios