Uncategorized

Democracias menos liberais são também as mais falidas – a relação entre democracia e crescimento econômico

O leitor que acompanha esta série de posts já estava com saudades: mas Claudio, você parou de falar deste tema interessante? Pois é, em país no qual sujeito acha que plágio é prova de competência, o blogueiro tem que se cuidar.

Mas eu sei que o tema é irresistível. Agora mesmo, o Cristiano Costa, conhecido e competente estudante de doutorado (em Economia) lançou mais algumas idéias:

Democracia e Crescimento

Existe uma correlação entre crescimento e democracia. Uma primeira inspeção dos resultados parece mostrar somente isso, uma correlação. Países com democracia são também aqueles que mais crescem. A causalidade já é algo mais complicado de se provar, pois países que crescem mais tendem a manter a democracia. Isso é o que argumenta Guido Tabelini, da Bocconi University (na Itália), em seu artigo. Segundo ele:
“The clear positive wealth-democracy correlation seems to arise since democracy is more likely to persist as a country grows richer.”
É no mínimo interessante, pois já havia postado um artigo AQUI em que Antonio Ciccone da Pompeu Fabra (na Espanha) argumentava que crises econômicas ajudavam a depor regimes autoritários.

Fica aí aberta a pergunta de caráter científico: Qual a melhor forma de testar causalidade entre democracia e crescimento econômico?

Pois é, gente. A pergunta do Cristiano é para lá de pertinente. Há algum tempo, uma aluna minha muito competente fez uma monografia na qual procurava responder exatamente a esta pergunta. Claro, a questão tem tudo a ver com nossa discussão sobre Estados Falidos. Se você escolher um índice qualquer de democracia (o povo gosta de usar o Polity IV, pelo que sei) e correlacionar com nosso – já famoso – índice de falência dos estados, eu aposto, achará algo interessante: ditaduras não levam à prosperidade.

Note que suponho uma relação causal, algo que a correlação não nos dá. Trata-se de algo que vem da teoria. Hipótese mesmo, como diria o Cristiano.

Esta discussão não termina nunca, mas, pelo menos, aqui, neste blog, a discussão tem um nível acima do que se discute no botequinho da esquina. Não que a discussão regada à cerveja não seja interessante, mas sabe como é, alcóolatra não costuma se dar bem com o desenvolvimento das idéias.

Bem, desta vez deixarei que algum leitor abnegado faça o gráfico da correlação na planilha e me envie. Vejamos se alguém faz isto (duvido).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s