Uncategorized

Finanças públicas no mundo do terror

Direto do blog do Tambosi, de novo:

O “imposto” dos gorilas genocidas

“Aqueles que têm um patrimônio de mais de US$ 1 milhão têm que pagar um imposto de 10% para as Farc. Uns pagam voluntariamente, outros se negam a pagar. Esses que não pagam, ficam presos até que paguem“.

Quem disse isto, numa de suas últimas entrevistas, foi o tampinha Raúl Reyes, bombardeado na semana passada junto com outros bandidos das Farc. Qualquer semelhança com a turma do PCC não é mera coincidência.

É a estes facínoras que a apetralhada diplomacia brasileira parece dar condição de representantes de Estado. Bleargh!

P.S.: e as Farc já nomearam o sucessor do tampinha. Bomba nele, Uribe!

O terror, em sua versão socialista, como é o caso da FARC, não nega as origens. Até as propostas de “políticas públicas” são similares. Esta é boa…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s