jornalismo

Repórteres compram gato por lebre?

Dizem as repórteres do Estado:

Cerca de 300 integrantes da Via Campesina – organização sem fins lucrativos que luta pelos direitos de camponeses no mundo inteiro, enfocando questões como a reforma agrária, agroecologia e o fim de pesquisas e comercialização de transgênicos – invadiram na manhã de hoje, por volta das 6h15, a sede da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que realizará, a partir das 10 horas, o leilão para a construção da primeira usina hidrelétrica no Rio Madeira.

No mínimo, creio, um “supostamente” caberia ali, entre o “que” e o “luta”. Se cada um de nós for pautado por folhetos dos órgãos que pesquisamos, encontraremos apenas serafins e querubins. Há muita controvérsia sobre se tal instituição defende o interesse dos “camponeses no mundo inteiro”. Se observamos um país subsidiar seus camponeses para vender mais barato em outro país que também tem camponeses, não seria difícil ver os dirigentes da dita organização pularem como pipoca para se explicarem como defensores de ambos os camponeses.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s